Higiene

Sistema digestivo

Bons hábitos, bom hálito

Higiene


O problema do mau hálito pode criar algumas situações de embaraço e constrangimento social, podendo levar a problemas de autoestima.

Sabia que este problema afeta cerca de 30% da população mundial? A halitose é muito comum e a boa notícia é que pode ser tratada.

Causas do mau hálito
Causas do mau hálito


Causas

Mais de 80% dos casos de halitose tem origem na cavidade oral, sendo a causa principal a ação da flora bacteriana presente na boca sobre os resíduos de alimentos que são ingeridos. A fermentação desses resíduos leva à produção e libertação de gases com mau odor. Alimentos como a cebola, alho, o consumo excessivo de café ou de bebidas alcoólicas podem afetar o hálito. No entanto, as causas da halitose podem ser outras:

  • Refluxo gastroesofágico;
  • Xerostomia “boca seca” (a saliva tem propriedades antisséticas, pelo que se houver uma deficiente produção desta, o hálito será pior);
  • Sinusite;
  • Amigdalite;
  • Dentes com cáries ou fraturados;
  • Presença de tártaro;
  • Gengivite ou periodontite;
  • Má higiene oral (dos dentes e da língua);
  • Tabagismo;
  • Próteses dentárias que não são devidamente higienizadas;
  • Alguns medicamentos como antidepressivos e anti-hipertensores (porque diminuem a produção de saliva);
  • Alterações hepáticas, intestinais, pulmonares e renais.

mau hálito - o que fazer
Mau hálito - o que fazer


O que fazer para combater o mau hálito?

O tratamento da halitose passa por adotar uma boa higiene oral. Siga estes conselhos:

  • Escovar os dentes com uma escova macia, pelo menos 2 vezes por dia (idealmente 3 vezes, após as refeições principais);
  • Usar fio dentário;
  • No caso de usar aparelho dentário ou prótese dentária, efetuar a sua higiene diariamente;
  • Limpar a língua com um raspador de língua;
  • Fazer gargarejos com um colutório sem álcool (porque o álcool desidrata a mucosa oral);
  • Mudar de escova de dentes a cada 3-4 meses;
  • Mastigar pastilhas elásticas (sem açúcar) para estimular a produção de saliva (melhoria apenas temporária);
  • Evitar o consumo de álcool, café e tabaco;
  • Evitar o consumo de alimentos que causem mau hálito;
  • Beber muita água ao longo do dia;
  • Ir regularmente ao dentista;
  • Evite o jejum prolongado (devido à glicémia baixa, há produção de corpos cetónicos, causando o chamado “hálito cetónico”).

mau hálito - produtos
Mau hálito - produtos


Existem no mercado vários produtos para disfarçar o mau hálito, tais como sprays e pastilhas que refrescam a boca. Aconselhe-se com o seu farmacêutico.

Se mesmo adotando estas recomendações, continuar com problemas de mau hálito, deverá procurar um médico.


Fontes
iSaúde
Revista Farmácia Distribuição

 

 

Também lhe poderá interessar

Higiene

Boca e dentes

Boca Sã - Em qualquer idade

Manter a boca e os dentes saudáveis é uma aposta no bem-estar e na qualidade de vida. Em qualquer idade! Uma boca e uns dentes saudáveis permitem comer, falar e sorrir com conforto, contribuindo para a sua saúde e bem-estar. Com confiança!
Higiene

Boca e dentes

Prótese sempre limpa

As próteses dentárias são importantes quer ao nível da funcionalidade como ao nível da estética, contribuem para uma boa mastigação, fonética e aparência. Da mesma forma que os dentes naturais, as próteses dentárias têm tendência para formar placa b...