Visite aqui a nossa loja!

Farmácia de Família

Aparelho respiratório

Será gripe ou constipação?

Farmácia de Família


Contrariamente àquilo que pensa a maioria das pessoas, o tempo frio, as alterações de temperatura e a chuva, não causam constipações e gripes.


A constipação

As constipações são causadas por vírus, sendo os mais comuns os rinovírus.

Estes são mais ativos durante o Outono e a Primavera. O modo de contágio mais frequente é pelo simples aperto de mão ou beijo social. Os vírus que causam a constipação instalam-se no nariz e na faringe, provocando infeções que estimulam o sistema imunitário a lançar uma resposta inflamatória contra os invasores.

Pode parecer-lhe estranho, mas os sintomas da constipação, representam a tentativa do nosso corpo em eliminar os vírus. Os sintomas mais comuns são então: espirros, nariz a pingar, tosse, dores de cabeça, olhos congestionados, garganta inflamada e febre. De um modo geral, as constipações duram cerca de uma semana e acabam por ser controladas, sem causar grandes problemas. Ocasionalmente podem evoluir para gripe, bronquite ou pneumonia.

Vírus da Gripe
Vírus da Gripe


O que é a gripe?

A gripe é uma doença contagiosa resultante da infeção pelo vírus influenza e pode permanecer ativo durante um mês no organismo humano.

Esta infeção causa sintomas mais severos do que o vírus da constipação, incluindo tosse seca ou produtiva (com expetoração), dores de cabeça, dores musculares em todo o corpo e fadiga. A febre instala-se e, num dado momento, uma pessoa sente-se extremamente quente e, logo após, com arrepios de frio e a tremer. Podem também ocorrer náuseas e vómitos.

O vírus influenza infeta o trato respiratório (nariz, seios nasais, garganta, pulmões e ouvidos) podendo atingir diferentes espécies (humanos, aves, suínos, entre outros). Existe uma especificidade de certas estirpes para cada espécie, isto é, vírus que, por exemplo, infeta habitualmente as aves só raramente infetam humanos. No entanto, os vírus específicos de uma espécie podem sofrer uma alteração na sua forma (mutação) que lhes confere capacidade de infetar outra espécie. Os peritos consideram que a próxima pandemia (epidemia de grandes proporções que surge em diversas zonas geográficas mais ou menos em simultâneo) de gripe poderá vir a surgir desta forma.

A febre é um dos meios que o nosso corpo tem para eliminar a infeção e, por consequência, faz parte do processo de cura. A não ser que a febre seja muito alta ou dure muito tempo – eliminá-la através dos medicamentos não é uma boa ideia. A sua eliminação depende:

  • Quantidade de vírus com que contactamos;
  • Idade que temos;
  • Estado de saúde do indivíduo.


Como se dá o contágio?

  • Inalação de gotículas de saliva ou muco;
  • Contacto directo com objetos contaminados com secreções de indivíduos infetados e posterior contacto com as mucosas (olhos, nariz e boca).

Tratamento da gripe e constipações
Tratamento da gripe e constipações


Os primeiros sinais

Apesar de afetar o nariz e a garganta, ao nível de sintomatologia, as pessoas constipadas não têm febre nem dores no corpo. Estas são as principais diferenças entre as duas patologias.

Verifique-se então as diferenças: 

Sintomas Constipação Gripe
Febre Raramente Elevada; durante 3-4 dias
Dor de cabeça Raramente Forte
Dor no corpo Ligeira Frequentemente; por vezes intensa
Fadiga, fraqueza Ligeira Pode durar 2-3 semanas
Exaustão Nunca Intensa e surge no início da doença
Nariz entupido Frequentemente Por vezes
Espirros Frequentemente Por vezes
Garganta inflamada Frequentemente Por vezes
Tosse, sensação de "peso" no peito Ligeira a moderada; tosse seca Frequente; pode tornar-se grave
Complicações Congestão dos seios nasais ou dor de ouvidos Bronquite, pneumonia; eventualmente fatal
Prevenção Nenhuma Vacinação anual - medicamentos antivíricos (consulte o seu médico)
Tratamento Alívio temporário dos sintoma Medicamentos antivíricos (consulte o seu médico)

 

António Hipólito de Aguiar

António Hipólito de Aguiar
(Farmacêutico; Docente Universitário)

 

 

Também lhe poderá interessar