Visite aqui a nossa loja!

Farmácia de Família

Sistema nervoso

Insónia? Contar carneiros, não é de todo a solução

Farmácia de Família


O sono é uma necessidade básica e fisiológica vital para o bom funcionamento do nosso organismo. É fundamental para manter em equilíbrio a saúde física, cognitiva e emocional.

A verdade é que a sociedade não valoriza devidamente o sono. De modo geral, dormimos pouco e mal. Sabia que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 40% da população mundial sofre de distúrbios do sono? É um número assustador.

Se acha que o seu sono não é reparador, acorda frequentemente cansado, tem dificuldade em adormecer, acorda várias vezes durante a noite ou está farto de ver as horas passarem sem pregar olho, então este artigo é para si.

Vamos ajudá-lo a alcançar um sono de qualidade.

Sofrer de insónias
Sofrer de insónias


O que é a insónia?

Define-se como uma perturbação do sono que se caracteriza pela dificuldade em adormecer (insónia inicial), despertares frequentes durante a noite (insónia de manutenção) ou despertares precoces ainda de madrugada, sem conseguir adormecer novamente (insónia terminal).


Quais as causas?

A insónia pode ser primária (sem problemas psicofisiológicos, físicos ou mentais como causa de insónia) ou secundária (há uma causa conhecida que origina a insónia – stress, ansiedade, apneia do sono, depressão, fibromialgia, medicamentos, abuso de substâncias, entre outras).

Consequências da insónia
Consequências da insónia


Consequências das insónias

  • Cansaço, fadiga e sonolência;
  • Irritabilidade e ansiedade;
  • Memória, atenção, raciocínio e capacidade de reação afetadas;
  • Diminuição de produtividade;
  • Sistema imunitário debilitado;
  • Aumento do risco de aparecimento de doenças cardiovasculares, hipertensão arterial e diabetes.


Afinal, quantas horas devemos dormir?

Horário de sono regular
Horário de sono regular


Higiene do sono
(recomendações para dormir bem):

  • Horário de sono regular - ajuda a definir o nosso relógio interno, melhorando a qualidade do sono;
  • Estabelecer rituais de sono - com atividades relaxantes como ler, fazer yoga, ouvir música, tomar um banho quente ou beber uma bebida quente;
  • Criar um ambiente confortável no local onde se vai dormir - sem ruídos, com temperatura confortável e às escuras, um bom colchão e almofada anatómica;
  • Prática de exercício físico - evitando-a 4 horas antes de se deitar;
  • Alimentação saudável - jante pelo menos 2 horas antes de se deitar e evite refeições abundantes, por outro lado, também não se deve deitar com fome;
  • Evitar estimulantes - evite bebidas com cafeína e evite o tabaco pelo menos 4-6 horas antes de se deitar porque interferem com a capacidade de adormecer;
  • Evitar o álcool - evitar consumi-lo 4-6 horas antes de se deitar porque aumenta o número de despertares noturnos;
  • Não ingerir líquidos em excesso à noite - evitando acordar para idas frequentes à casa de banho;
  • Desligar os equipamentos eletrónicos pelo menos 1 hora antes de dormir - a luz emitida pelos telemóveis, tablets, TV, computadores perturba o estado de relaxamento e sonolência;
  • Evitar as sestas prolongadas;
  • Se não adormecer na primeira meia hora, o melhor será levantar-se e fazer uma atividade relaxante, como ler ou ouvir música; deite-se quando tiver sono.

Conselhos para dormir bem
Conselhos para dormir bem


Fontes

iSaúde
Revista Farmácia Distribuição

 

 

Também lhe poderá interessar